01_irmaos_campana_cadeira_gangorra_01
04_irmaos_campana_04
05_irmaos_campana_exposicao_desconfortaveis_06
013
irmaos-campana-lv
Irmãos-Campana-pag-designers-lilia-casa
melissa-irmaos-campana-625x364
panorama_12
banqueta09
092ba4882675eb2e3ad7c9c736795afe
cadeira_taquaral
cadeira-flama-by-fernando-and-humberto-campana-1980s-3
irmaos-campana.1
b2358143c0196986593fc724a61d2702
fundo pyx
ic
230517-irmaos-campana-expo-2-590x351
irmaos-campana-harmonia-da-imperfeicao-galeria-melissa-londres-capa1
01_irmaos_campana_cadeira_gangorra_01
04_irmaos_campana_04
05_irmaos_campana_exposicao_desconfortaveis_06
013
irmaos-campana-lv
Irmãos-Campana-pag-designers-lilia-casa
melissa-irmaos-campana-625x364
panorama_12
banqueta09
092ba4882675eb2e3ad7c9c736795afe
cadeira_taquaral
cadeira-flama-by-fernando-and-humberto-campana-1980s-3
irmaos-campana.1
b2358143c0196986593fc724a61d2702
fundo pyx
ic
230517-irmaos-campana-expo-2-590x351
irmaos-campana-harmonia-da-imperfeicao-galeria-melissa-londres-capa1

7 motivos para visitar a mostra dos irmãos Campana no MON

Fernando e Humberto Campana – antes arquiteto e advogado respectivamente, criadores do Estudio Campana – vêm revolucionando o design e nos ensinam importantes lições através de suas obras.

Veja os 7 aspectos que os tornaram tão singulares e fazem sua mostra ser visita obrigatória para quem busca criatividade no dia-a-dia.  

  1. ESPÍRITO INOVADOR E INCONFORMISTA

Sua primeira exposição, “Desconfortáveis”, aconteceu em 1989 em São Paulo e apresentou sofás e cadeiras feitos de chapas de ferro, gerando em um primeiro olhar a impressão de serem realmente desconfortáveis. Estava dado o passo para que o trabalho dos Irmãos Campana fosse reconhecido como intrigante e era apenas a primeira mostra de que nas obras do Estúdio a relação observador-objeto seria realmente não convencional. Apesar de inovadora, a exposição não fez o esperado sucesso, que foi obtido nove anos mais tarde com uma exposição no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMa), que os alçou ao sucesso internacional.

  1. TRANSFORMAÇÃO, REINVENÇÃO E INTEGRAÇÃO

Em suas obras, nota-se a reutilização de materiais como plástico bolha, cordas, bonecos de pelúcia, preenchidos de significados. Daqui resulta um trabalho de re-significação de objetos utilitários, tornando preciosos os materiais do dia-a-dia, pobres ou comuns, que carregam não só a criatividade em seu design, mas também características bem brasileiras como, por exemplo, as cores, as misturas, o caos criativo, e o triunfo de soluções simples.

  1. COLABORAÇÃO

Empresas como A Lot of Brasil, Alessi, Alpi, Artecnica, Baccarat, BD Barcelona Design, Bernardaud, Camper, Cosentino, Corsi Design, Edra, Fendi, Ghidini1961, Grendene, H. Stern, Lacoste, Lasvit, Louis Vuitton, Moleskine, Nodus, Skitch, Trousseau, Venini, entre outros, produzem as ideias materializadas pela equipe do Estudio, que também assina sua própria linha de edições limitadas, numeradas e de peças únicas criadas, muitas vezes, em parceria com comunidades e ONGs. As peças Campana fazem parte de coleções permanentes de renomadas instituições culturais como MoMa, em Nova York; Centre Georges Pompidou, em Paris; Vitra Design Museum, em Weil am Rhein; Museu de Arte Moderna de São Paulo e, também, Musée Les Arts Décoratifs, em Paris.

  1. TRABALHO EXPERIMENTAL – TÉCNICA E CRIAÇÃO

Na década de 1990, o design parecia caminhar para a super-industrialização. Quanto mais high-tech melhor – porém, com os avanços tecnológicos se dando cada vez mais rápido, o que era high em um mês, era low no seguinte, Para obter sucesso era preciso diferenciar-se e é a partir disso que a derrocada e posteriormente perenidade do sucesso de Fernando e Humberto se tornam compreensíveis. Os Irmãos Campana se arriscaram e conseguiram estabelecer uma sólida ligação entre tecnologia e produção artesanal. Suas peças agregam técnica e arte em um trabalho extremamente experimental.

  1. RELAÇÃO DAS PESSOAS COM SEUS ARREDORES

Os irmãos instigam o observador e estimulam a relação que as pessoas têm com os objetos, tiram-nas da sua zona de conforto e as convidam a experimentá-los.
O juízo de bonito ou feio é apenas um detalhe, a verdade é que não se fica indiferente frente às suas obras.

  1. CARÁTER ÚNICO

Ao mesmo tempo que apresentam trabalhos de intensa experimentação e tecnologia, seu trabalho se afasta da produção em série que caracteriza trabalhos de ponta, ao uni-lo à produção artesanal. Cada peça adquire caráter único e por isso muitas vezes ganha status de obra de arte. Os Campana rompem a fronteira existente entre arte e design.

  1. TRANSFORMAÇÃO DO ORDINÁRIO EM EXTRAORDINÁRIO

Convencionou-se dizer que o trabalho que realizam é uma reinvenção da matéria e é o que parece ser: os Irmãos dão novo valor a objetos cotidianos, corda vira cadeira, bambu vira luminária. Elementos quase antagônicos coexistem em sua obra, dando-lhe um caráter único e controverso, conjugando arte e tecnologia, utilitários e objetos de design, local e global, o chic e o kitsch.
Os Irmãos Campana são vanguarda e se perpetuam assim porque fazem design transformando o ordinário em extraordinário.

O museu Oscar Niemeyer, em Curitiba, está realizando uma mostra inédita sobre os irmãos até o dia 30 de Agosto de 2017. Toda quarta-feira a entrada é franca e na primeira quinta-feira do mês o horário é estendido até 20:00, com entrada franca a partir das 18:00.

Não perca a oportunidade de se inspirar com referências globais de design feito no Brasil, e levar para o dia-a-dia as noções de inovação, inconformismo, reinvenção, integração, colaboração, experimentação, envolvimento, autenticidade e transformação

Leia na íntegra e saiba mais em:
https://www.institutocampana.org.br
http://obviousmag.org
http://www.museuoscarniemeyer.org.br